O Senegal autêntico e alegre!

O Senegal oferece-nos uma infinidade de paisagens naturais, com vegetações luxuriantes. Situado entre o Sahel do Norte e a grande floresta tropical, é atravessado por quatro rios um dos quais deu o seu nome ao Senegal. Grande parte do país permanece desértico com a savana a dominar a paisagem em quase todo o interior do país, e floresta tropical a sul na região de Casamance entre a Gambia e a Guiné Bissau. A costa com 700 km possui as mais belas praias de toda a costa oeste de África com quase 500 km de praias de areia branca e águas cálidas.
Acolhedor e hospitaleiro, o Senegal é um manancial de etnias e de tradições, terra dos Wolofs, dos Pulaar (pastores Peuls do vale do rio Senegal), dos Sereres, dos Soninques, dos Diolas e dos Mandingos. 

O Senegal soube preservar intactos, os valores da hospitalidade, não obstante a conjuntura económica difícil do país.
Possui parques naturais, santuários de inúmeras espécies de animais, fruto de uma visão futurista que tem garantido um crescimento do turismo e a preservação de muitos animais!

O outro destino do nosso programa, a Gambia, é o mais pequeno país de África, um enclave no coração do Senegal, estendendo-se ao longo do rio Gambia, que divide o país. A Gambia tem os seus encantos, recheada de culturas e tradições, e é também o lar dos Wolofs e de outras etnias que encontramos no Senegal!

Partida de Lisboa (ou outra cidade) ao fim da tarde em voo directo para Dakar. Chegada por volta da meia-noite. Transfere para o hotel.
Alojamento: Noite a bordo
Refeições: A bordo
Actividades Extra: 0
Depois do pequeno almoço, entrega das viaturas, abastecimento de provisões para os dias seguintes e saída com direcção a Tambaconda sempre em alcatrão, com paragem em Kaolack para almoço. No fim do dia já estaremos bem no coração do Senegal. Alojamento e jantar em hotel.
Alojamento: Hotel
Refeições: Jantar
Actividades Extra: 0
Dedicaremos 2 dias do nosso programa a uma região pouco visitada do Senegal, mas uma das mais bonitas – O País Bassari! É um região, junto à fronteira com a Guiné Conacrionde, onde a cultura africana nativa está melhor preservada. Poderemos contemplar o lado mais tradicional do Senegal, veremos aldeias pitorescas e conheceremos a sua cultura e seus costumes. Tudo cercado por paisagens únicas com animais silvestres e natureza exuberante. Visitaremos Iwol, a aldeia mais conhecida e visitada, situada no alto de uma colina com uma vista privilegiada para as planícies que a rodeiam. São 40 mn de marcha até à aldeia de dificuldade reduzida mas que certamente não vai querer perder. Outro dos lugares que visitaremos será a Cascata de Dindefelo com os seus 100 m de altura envolta em floresta exuberante. Os alojamentos previstos são locais em acampamentos solidários, em pequenas cabanas circulares de pedra e madeira e telhados tradicionais. Ao recorrermos a estes alojamentos estamos a contribuir para a economia local e a melhorar a vida dos seus habitantes.
Alojamento: Acampamento/Bangalôs
Refeições: Pequeno almoço e jantar
Actividades Extra: 0
Depois do pequeno almoço seguimos para o Parque Natural Niokolo Koba. Um dos últimos santuários da fauna senegalesa, o mais antigo e o mais bem equipado dos seis parques nacionais. Em 1981, a UNESCO a reconheceu como Reserva da Biosfera e Patrimônio da Humanidade. Possui uma área de 9.130 km² e seu ponto mais alto é os 311 metros do Monte Assirik. Atravessaremos o rio Gambia com uma paragem técnica para um mergulho (se o rio levar água) e à saída do parque passaremos pelas aldeias típicas de Ethiolo e Salemata ainda no País Bassari. Alojamento e jantar em lodge.
Alojamento: Lodge
Refeições: Pequeno almoço e Jantar
Actividades Extra: 0
Neste dia vamos cruzar toda a Casamance. Considerado o celeiro do Senegal, a Casamance é a região mais húmida e a mais encantadora do Senegal, um paraíso tropical cheio de rios, manguezais, bosques de baobás e palmeiras, praias, música … e é o lar dos Diola, uma aldeia que soube preservar muitas de suas tradições e crenças. Palco de várias revoltas devido a sua importância estratégica, mas por se encontrar isolada entre a Gambia e Guiné o seu isolamento em relação a Dakar desperta desejos de independência originando alguns conflitos. É por isso, também a região mais militarizada e os controles militares são portanto frequentes. A capital da Casamance, Kolda será motivo de paragem para o nosso almoço. Continuamos depois até à costa de Cap Skirring onde o rio Casamance desagua formando um delta e onde estão as melhores praias de toda a costa senegalesa. Jantar e alojamento em lodge.
Alojamento: Lodge
Refeições: Pequeno almoço e jantar
Actividades Extra: 0
As praias de Cap Skirring são as melhores de todo o Senegal, o quadro é digno de um postal de férias mas não é o paraíso para os amantes da praia, embora não haja hotéis na 1ª linha da praia e sejam praticamente desertas. A foz do rio Casamance forma um delta onde os manguezais proliferam cheios de vida com dezenas de ilhas de onde saem os pescadores para a faina diária. O dia será dividido entre um passeio de piroga pelos canais do manguezal e visitar uma das ilhas piscatórias, uma visita à pequena vila de Cap Skirring e acabar numa das praias de areia branca da costa para um repouso bem merecido. Jantar e alojamento em lodge.
Alojamento: Lodge
Refeições: Pequeno almoço e jantar
Actividades Extra: Passeio de piroga nos manguezais
Este será um dia relativamente curto e tranquilo embora a entrada na Gambia possa revelar-se uma aventura ou não estivéssemos em África. A Gambia é um enclave dentro de Senegal ocupando ambas as margens do rio Gambia. Antiga colónia inglesa a quem o pretendente ao trono lusitano, António Prior do Crato vendeu os direitos comerciais exclusivos sobre o rio Gambia, foi palco de lutas entre a França e a Inglaterra pela supremacia política e comercial do território, e acabou com o tratado de Versalhes em 1783 concedendo a Gambia à Grã-Bretanha.
O país não tem grande relevância turística sendo apenas procurado pelos ingleses como destino balnear. Aproveitaremos a passagem pelo pais para relaxar-mos o resto do dia num dos seus resorts a beira mar junto a capital, Banjul. Alojamento em hotel, jantar livre.
Alojamento: Lodge
Refeições: Pequeno almoço
Actividades Extra: 0
Desde janeiro de 2019 que já é possível atravessar o rio Gambia mais a Este por uma ponte que irá revolucionar as relações comerciais entre a Gambia e o Senegal. Vamos aproveitar esta nova estrutura que nos fará poupar algumas horas para conhecer um pouco da Gambia a sul e a norte do rio antes de regressarmos ao Senegal e ao nosso destino de hoje, o delta de Sine Saloum.
Alojamento e jantar no lodge.
Alojamento: Lodge
Refeições: Pequeno almoço e  jantar
Actividades Extra: 0
Esta ultima etapa antes do regresso à capital começa no Delta de Sine Saloum, uma grande área de pântanos, manguezais e mais de 200 pequenas ilhas. Habitat de centenas de várias espécies, sobretudo pássaros, há pelicanos, garças, flamingos cor-de-rosa, maçaricos, jaburu, cormorões, águias, andorinhas, gaivotas … mas a verdadeira riqueza é debaixo d’água… estima-se que existam 114 espécies diferentes de peixes. Outros animais como tartarugas marinhas, crocodilos ou golfinhos, habitam as aguas do delta mas são muito mais difíceis de ver.
Seguimos depois para a Ilha das conchas já na parte norte do Delta, que como o seu nome indica formou-se da acumulação de conchas de moluscos, principalmente amêijoas.
As ruas estão cheias de pessoas tranquilas, vendendo o seu artesanato e peixe. Na não há veículos motorizados, e este é um dos poucos lugares no Senegal onde vamos ver porcos, pois a ilha é ao contrário do país de maioria cristã. Esta é alias uma das suas particularidades, num país onde 90% da população é muçulmana, aqui é ao contrário… 90% dos seus habitantes são católicos e o resto são muçulmanos. É um ótimo exemplo de coexistência entre religiões. Os habitantes cristãos têm um segundo nome muçulmano e os habitantes muçulmanos têm como segundo nome um cristão. Alojamento e jantar no hotel.
Alojamento: Hotel
Refeições: Pequeno almoço e jantar
Actividades Extra: 0
Depois dum ultimo mergulho na costa de Sine Saloum, regressaremos a Dakar. Aproveitaremos a tarde para conhecer o lago rosa, as dunas circundantes e a praia que durante anos foi palco da última etapa do Paris-Dakar.
Poderemos observar um pouco o trabalho árduo da extração do sal no lago cuja comercialização é feita através de pequenas cooperativas e dependendo da qualidade será utilizada para diferentes usos. Alojamento em hotel. Jantar (não incluído) num restaurante local.
Alojamento: Hotel
Refeições: Pequeno almoço
Actividades Extra: passeio de landrover nas dunas
O ultimo dia do programa em Dakar vamos optar por conhecer a colorida mas historicamente triste ilha de Gorée, Património Mundial da Humanidade desde 1978. A ilha foi descoberta em 1444 pelos portugueses, mas era totalmente desabitada, pois não havia como obter água na ilha. Tornou-se num porto comercial e escala para a rota das Índias. Em 1536 a primeira Casa dos Escravos foi construída, depois passou pelas mãos dos holandeses e franceses até que a escravidão foi abolida em 1848. Durante os séculos XVI a XVII, este foi um dos mercados de escravos mais importantes do mundo, no qual eles avaliavam os escravos para vendê-los e enviá-los para as plantações da América. Aqueles que eram mais fortes não passavam muito tempo aqui, os fracos eram mantidos nas celas até engordarem um mínimo de 60 quilos antes de serem vendidos.
A ilha é hoje um lugar cheio de vida, colorida e tranquila em contraste com o caos e sujidade da capital.
Ao fim do dia regresso a hotel para o check-out e jantar. Transfere para o aeroporto para o voo nocturno até lisboa.
Alojamento: Noite a bordo
Refeições: Pequeno almoço e jantar
Actividades Extra: Visita a Ilha de Gorée e entrada nos monumentos
Chegada a Lisboa ou a outra cidade de partida pela madrugada.
Fim da viagem.

CONDIÇÕES GERAIS
A presente informação é vinculativa para a agência salvo se cumulativamente:

• O programa o prever expressamente;
• As alterações ao mesmo sejam insignificantes;
• A informação da alteração seja prestada ao viajante em suporte duradouro;

As presentes condições gerais obedecem ao disposto no Decreto-lei n.º 17/2018 de 08 de Março.
As Condições Gerais cujo objecto seja uma Viagem Organizada ou Serviço de Viagem Conexo, as correspondentes fichas de informação normalizada e as condições particulares que constam da documentação de viagem facultada ao Viajante no momento de reserva da viagem consubstanciam o contrato de viagem que vincula as partes.

1. ORGANIZAÇÃO
1.1 A organização e comercialização desta viagem é da Tripemotion – Viagens e Turismo Lda, mais em diante designada “Agência”, com sede em Rua Mouzinho Magro, nº 36, 1º Drt 6000-251 Castelo Branco, Contribuinte Fiscal n.º 514298480, com o RNAVT n.º 6829, telefone 217657784, email geral@landventure.pt

2. INSCRIÇÕES
No acto da inscrição o Viajante deverá depositar um mínimo de 35% do preço do serviço, liquidando o restante até 21 dias antes do início do serviço. Se a inscrição tiver lugar a 21 dias ou menos da data do início do serviço, o preço total do mesmo deverá ser paga no acto da inscrição. A Agência reserva-se o direito de anular qualquer inscrição cujo pagamento não tenha sido efectuado nas condições acima mencionadas. As reservas encontram-se condicionadas à obtenção da parte dos fornecedores da confirmação de todos os serviços.

3. INFORMAÇÃO AO ABRIGO DA LEI N.º 144/2015 DE 8 DE SETEMBRO:
Nos termos da Lei n.º 144/2015 de 8 de Setembro na sua redacção actual, informamos que o Viajante poderá recorrer às seguintes Entidades de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo:
i) Comissão Arbitral do Turismo de Portugal in www.turismodeportugal.pt;
ii) Outras entidades de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo (RAL) disponíveis em www.consumidor.pt listas de Entidades RAL ou 707 788 787

4. RECLAMAÇÕES
4.1 Qualquer desconformidade na execução de um serviço de viagem incluído no contrato de viagem organizada tem de ser comunicada à agência de viagens organizadora ou retalhista por escrito ou outra forma adequada logo que tal desconformidade ocorra, ou seja, sem demora injustificada.
4.2 O direito a apresentar reclamações para efeitos de redução de preço ou direito a indemnização por falta de conformidade dos serviços de viagem incluídos na viagem organizada prescreve no prazo de 2 anos.

5. BAGAGEM
5.1 A agência é responsável pela bagagem nos termos legais;
5.2 O Viajante tem obrigação de reclamar junto da entidade prestadora dos serviços no momento de subtracção, deterioração ou destruição de bagagem.
5.3 No transporte internacional, em caso de dano na bagagem, a reclamação deverá ser feita por escrito ao transportador imediatamente após a verificação do dano, e no máximo 7 dias a contar da sua entrega. Estando em caso o mero atraso na entrega da bagagem a reclamação deverá ser feita dentro de 21 dias a contar da data de entrega da mesma.
5.4 A apresentação de tal reclamação será fundamento essencial para o accionamento da responsabilidade da Agência sobre a entidade prestadora do serviço.

6. LIMITES
6.1 A responsabilidade da agência terá como limite o montante máximo exigível às entidades prestadoras dos serviços, nos termos da Convenção de Montreal, de 28 de Maio de 1999, sobre Transporte Aéreo Internacional, e da Convenção de Berna, de 1961, sobre Transporte Ferroviário.
6.2 No que concerne aos transportes marítimos, a responsabilidade das agências de viagens, relativamente aos seus Viajantes, pela prestação de serviços de transporte, ou alojamento, quando for caso disso, por empresas de transportes marítimos, no caso de danos resultantes de dolo ou negligência destas, terá como limites os seguintes montantes:
a) € 441.436, em caso de morte ou danos corporais;
b) € 7.881, em caso de perda total ou parcial de bagagem ou da sua danificação;
c) € 31.424, em caso de perda de veículo automóvel, incluindo a bagagem nele contida;
d) € 10.375, em caso de perda de bagagem, acompanhada ou não, contida em veículo automóvel;
e) € 1.097, por danos na bagagem, em resultado da danificação do veículo automóvel.
6.3. Quando exista, a responsabilidade das agências de viagens e turismo pela deterioração, destruição e subtracção de bagagens ou outros artigos, em estabelecimentos de alojamento turístico, enquanto o Viajante aí se encontrar alojado, tem como limites:
a) € 1.397, globalmente;
b) € 449 por artigo;
c) O valor declarado pelo Viajante, quanto aos artigos depositados à guarda do estabelecimento de alojamento turístico.
6.4 A responsabilidade da agência por danos não corporais está contratualmente limitada ao valor correspondente a três vezes o preço do serviço vendido.

7. DESPESAS DE RESERVAS E DE ALTERAÇÃO
7.1 Por cada reserva serão cobradas as seguintes Despesas de Reserva: 25€
7.2 Despesas de Alterações: Por cada alteração (nomes, datas, tipo de apartamento ou quarto, viagem, etc) : 25€
Salientamos que a aceitação de tais alterações depende de aceitação por parte dos respectivos fornecedores.

8. DOCUMENTAÇÃO
8.1 O Viajante deverá possuir em boa ordem a sua documentação pessoal ou familiar, (bilhete de identidade, documentação militar, autorização para menores, vistos, certificado de vacinas e outros eventualmente exigidos). A agência declina qualquer responsabilidade pela recusa de concessão de vistos ou a não permissão de entrada ao Viajante em país estrangeiro; sendo ainda da conta do Viajante todo e qualquer custo que tal situação acarretar.
8.2 Viagens na União Europeia:
Viajantes (independentemente da idade) que se desloquem dentro da União Europeia deverão ser possuidores do respectivo documento de identificação civil (Passaporte; B.I, Cartão do Cidadão);
Para obtenção de assistência médica devem ser portadores do respectivo Cartão Europeu do Seguro de Doença;
Os nacionais de países não comunitários devem consultar informação específica quanto à documentação necessária para realização de viagem junto das embaixadas/ consulados dos países de origem;
8.3 Viagens fora da União Europeia:
Os Viajantes (independentemente da idade) que se desloquem para fora da União Europeia deverão ser possuidores do respectivo documento de identificação civil (passaporte) bem como do visto se necessário (obtenha tal informação junto da agência no momento da reserva);
Os nacionais de países não comunitários devem consultar informação específica quanto à documentação necessária para realização de viagem junto das embaixadas/ consulados dos países de origem;

9. ALTERAÇÕES SOLICITADAS PELO VIAJANTE
9.1 Caso os fornecedores da viagem em causa permitam, sempre que um Viajante, inscrito para uma determinada viagem, desejar mudar a sua inscrição para uma outra viagem ou para a mesma com partida em data diferente, ou outra eventual alteração, deverá pagar a taxa acima referida, como despesas de alteração. Contudo, quando a mudança tiver lugar com 21 dias ou menos de antecedência em relação à data da partida da viagem, para a qual o Viajante se encontra inscrito, ou se os fornecedores de serviços não aceitarem a alteração, fica sujeito às despesas e encargos previstos na cláusula “Rescisão do Contrato pelo Viajante”.
9.2 Após iniciada a viagem, se solicitada a alteração dos serviços contratados por motivos não imputáveis à agência (ex. ampliação das noites de estadia, alteração de voo) os preços dos serviços turísticos poderão não corresponder aos previamente informados e que motivaram a contratação.

10. CESSÃO DA INSCRIÇÃO (POSIÇÃO CONTRATUAL)
10.1 O viajante pode ceder a sua posição, fazendo-se substituir por outra pessoa que preencha todas as condições requeridas para a viagem organizada, desde que informe a agência de viagens e turismo, por forma escrita, até sete dias seguidos antes da data prevista para a partida.
10.2 O cedente e o cessionário são solidariamente responsáveis pelo pagamento do saldo em dívida e pelas taxas, os encargos ou custos adicionais originados pela cessão, os quais serão devidamente informados e comprovados pela agência de viagens e turismo.

11. ALTERAÇÕES A EFECTUAR PELA AGÊNCIA
11.1 Sempre que, antes do início da viagem organizada, (i) a agência de viagens e turismo se veja obrigada a alterar significativamente alguma das características principais dos serviços de viagem, (ii) ou não consiga ir de encontro às exigências especiais solicitada pelo Viajante; (iii) ou propuser o aumento do preço da viagem organizada em mais de 8%, o viajante pode, no prazo máximo de dois dias (corridos) e sempre até 72h antes da hora prevista para o início da viagem:
a) Aceitar a alteração proposta;
b) Rescindir o contrato, sem qualquer penalização, sendo reembolsado das quantias pagas;
c) Aceitar uma viagem organizada de substituição proposta pela agência de viagens e turismo, sendo reembolsado em caso de diferença de preço.
11.2 A ausência de resposta por parte do viajante no prazo fixado pela agência de viagens e turismo implicará a aceitação tácita da alteração proposta ou o cancelamento da viagem com a aplicação das respectivas taxas de rescisão previstas na cláusula supra.

12. RESCISÃO DO CONTRATO PELA AGÊNCIA
12.1 Quando a viagem esteja dependente de um número mínimo de participantes a Agência reserva-se o direito de cancelar a viagem organizada caso o número de participantes alcançado seja inferior ao mínimo. Nestes casos, o viajante será informado por escrito do cancelamento no prazo de:
a) 20 dias antes do início da viagem organizada, no caso de viagens com duração superior a seis dias;
b) 7 dias antes do início da viagem organizada, no caso de viagens com duração de dois a seis dias;
c) 48 horas antes do início da viagem organizada, no caso de viagens com duração inferior a dois dias.
12.2 Antes do início da viagem organizada a agência de viagens e turismo poderá ainda rescindir o contrato se for impedida de executar o mesmo devido a circunstâncias inevitáveis e excepcionais.
12.3 A rescisão do contrato de viagem pela agência nos termos acima referidos apenas confere ao viajante o direito ao reembolso integral dos pagamentos efectuados no prazo máximo de 14 dias após a rescisão do contrato de viagem

13. ALTERAÇÃO AO PREÇO
13.1 Os preços constantes do programa estão baseados nos custos dos serviços e taxas de câmbio vigentes à data de impressão deste programa, pelo que estão sujeitos a alterações (aumento ou redução de preço) que resultem de variações no custo dos transportes ou do combustível, impostos, taxas e flutuações cambiais até 20 dias antes da data de viagem.
13.2 Caso o aumento em causa exceda 8% do preço total da viagem organizada, aplicar-se-á o disposto na cláusula “ALTERAÇÕES A EFECTUAR PELA AGÊNCIA”.
13.3 Em caso de redução de preço a agência de viagens e turismo reserva-se o direito de deduzir ao reembolso a efectuar ao viajante as correspondentes despesas administrativas, que a pedido do viajante serão justificadas.

14. REEMBOLSOS
Depois de iniciada a viagem não é devido qualquer reembolso por serviços não utilizados pelo Viajante por motivos de força maior ou por causa imputável ao Viajante, salvo reembolso pelos respectivos fornecedores. A não prestação de serviços previstos no programa de viagem por causas imputáveis à agência organizadora e caso não seja possível a substituição por outros equivalentes, confere ao Viajante o direito a ser reembolsado pela diferença entre o preço dos serviços previstos e o dos efectivamente prestados.

15. RESCISÃO DO CONTRATO PELO VIAJANTE
15.1 O viajante é livre de desistir da viagem a todo o tempo antes do início da viagem.
15.2 Tal rescisão implica que o mesmo seja responsável pelo pagamento de todos os encargos a que o início do cumprimento do contrato e a sua desistência dêem lugar, menos a reafectação de serviços e as economias de custos.
15.3 Quando seja caso disso, o Viajante será reembolsado pela diferença entre a quantia paga e os montantes acima referidos. Na presente situação o reembolso será efectuado, deduzidos da taxa de rescisão, no prazo máximo de 14 dias após a rescisão do contrato de viagem.
15.4 O viajante tem ainda direito a rescindir o contrato de viagem antes do início da mesma sem pagar qualquer taxa de rescisão, caso se verifiquem circunstâncias inevitáveis e excepcionais no local de destino ou na sua proximidade imediata que afectem consideravelmente a realização da mesma ou o transporte dos passageiros para o destino. A rescisão do contrato de viagem nesta situação apenas confere ao viajante o direito ao reembolso integral dos pagamentos efectuados.

16. RESPONSABILIDADE
16.1 A agência de viagens e turismo é responsável pela correcta execução de todos os serviços de viagem incluídos no contrato de viagem.
16.2 Quando se tratar de viagens organizadas, as agências de viagens e turismo são responsáveis perante os Viajantes, ainda que os serviços devam ser executados por terceiros e sem prejuízo do direito de regresso, nos termos gerais aplicáveis.
16.3 Nos restantes serviços de viagens, a agência de viagens e turismo responde pela correcta emissão dos títulos de alojamento e de transporte e ainda pela escolha culposa dos prestadores de serviços, caso estes não tenham sido sugeridos pelo viajante.
16.4 A agência de viagens e turismo que intervenha como intermediárias em vendas ou reservas de serviços de viagem avulsos é responsável pelos erros de emissão dos respectivos títulos, mesmo nos casos decorrentes de deficiências técnicas nos sistemas de reservas que lhes sejam imputáveis.
16.5 A agência de viagens e turismo é responsável por quaisquer erros devido a deficiências técnicas no sistema de reservas que lhe sejam imputáveis e, se tiver aceitado proceder à reserva de uma viagem organizada ou de serviços de viagem que façam parte de serviços de viagem conexos, pelos erros cometidos durante o processo de reserva.
16.6 A agência de viagens e turismo não é responsável por erros na reserva que sejam imputáveis ao viajante ou que sejam causados por circunstâncias inevitáveis e excepcionais.

17. ASSISTÊNCIA
17.1 Em caso de dificuldades do viajante, ou quando por razões que não lhe forem imputáveis, este não possa terminar a viagem organizada, a agência de viagens e turismo dará a seguinte assistência:
a) Disponibilização de informações adequadas sobre os serviços de saúde, as autoridades locais e a assistência consular; e
b) Auxilio ao viajante na realização de comunicações à distância e a encontrar soluções alternativas de viagem.
17.2 Caso a dificuldade que fundamenta o pedido de assistência tenha sido causada pelo viajante de forma deliberada ou por negligência, a agência de viagens e turismo poderá cobrar uma taxa no valor dos custos em que incorreu em virtude da prestação dessa assistência.
17.3 Se devido a circunstâncias inevitáveis e excepcionais, o viajante não puder regressar, a agência de viagens e turismo organizadora é responsável por assegurar os custos de alojamento necessários, se possível de categoria equivalente, por um período não superior a três noites por viajante. A agência de viagens e turismo retalhista é solidariamente responsável pela obrigação em causa, sem prejuízo do direito de regresso, nos termos gerais aplicáveis.
17.4 A limitação dos custos prevista supra não se aplica às pessoas com mobilidade reduzida, nem aos respectivos acompanhantes, às grávidas e às crianças não acompanhadas, nem às pessoas que necessitem de cuidados médicos específicos, desde que a agência de viagens e turismo tenha sido notificada dessas necessidades específicas pelo menos 48 horas antes do início da viagem organizada.

18. INSOLVÊNCIA
Em caso de insolvência da agência de viagens e turismo o viajante pode recorrer ao Fundo de Garantia de Viagens e Turismo, devendo para tal recorrer ao Turismo de Portugal I.P entidade responsável pelo respectivo accionamento: Turismo de Portugal, I.P.
Rua Ivone Silva, Lote 6, 1050-124 Lisboa – Tel. 211 140 200 | Fax. 211 140 830 – info@turismodeportugal.pt

19. SEGUROS
19.1 A responsabilidade da agência e emergentes das obrigações assumidas, encontra-se garantida por seguro de responsabilidade civil na Companhia Victoria, apólice n.º 11127252, no montante de 75,000.00€ e nos termos da legislação em vigor.
19.2 A agência disponibiliza ainda a venda de seguros que poderão ser adquiridos em função da viagem para garantia de situações de assistência e despesas de cancelamento.

20. IVA
Os preços mencionados neste programa reflectem já o Imposto de Valor Acrescentado à taxa e regime em vigor.
NOTAS:

• As presentes condições gerais poderão ser complementadas por quaisquer outras específicas desde que devidamente acordadas pelas partes.
• Os preços dos programas estão baseados na cotização média do dólar ou da moeda do país de destino, pelo que qualquer derivação relevante desta moeda poderá implicar uma revisão dos preços da viagem nos termos constantes da cláusula “alteração de preço”.
• Devido às constantes alterações do preço dos combustíveis sobre os preços praticados poderá haver alteração do suplemento de combustível inserido no preço nos termos constantes da cláusula “alteração de preço”.
• As categorias dos hotéis e cruzeiros apresentados nesta brochura seguem as normas de qualidade do pais de acolhimento, podendo os mesmos ser alterados por outros similares quando por motivos alheios à agência não seja possível manter ou confirmar a reserva existente, obrigando-se a agência a informar o Viajante logo que de tal tenha conhecimento.

INFORMAÇÕES GERAIS:

HORAS DE CHEGADA OU PARTIDA:
As horas de partida e de chegada estão indicadas na hora local do respectivo pais e de acordo com horários das respectivas companhias aérea à data de impressão deste programa, podendo por isso ser sujeitas a alteração.

HOTÉIS/ APARTAMENTOS:
Apartamentos – No caso do alojamento ser contratado em apartamento é da responsabilidade do Viajante a informação do número de pessoas que irão ocupar o apartamento. No caso de se apresentarem mais pessoas que as reservadas, os apartamentos poderão recusar a entradas.
Hotéis – O preço apresentado é por pessoa e estão baseados numa ocupação dupla. Nem todos os hotéis dispõem de quarto triplo sendo por norma colocada uma cama extra que pode não ser de idêntica qualidade. Nos quartos equipados com duas camas ou casal, o triplo pode ser constituído apenas por aquelas camas.
A relação dos hotéis e apartamentos constantes dos programas é indicativa assim como a sua categoria que respeita a critérios e classificações locais cujos critérios por vezes são distintos dos utilizados em Portugal.

REFEIÇÕES:
Salvo indicações em contrário, os preços apresentados para os suplementos de Meia Pensão e Pensão Completa não incluem bebidas.
Nas chegadas ao hotel após a 19h o primeiro serviço de refeição será o pequeno-almoço do dia seguinte, no último dia e salvo possibilidade de late check-out, o ultimo serviço do hotel será o pequeno-almoço.

HORÁRIOS DE ENTRADA E SAÍDA:
As horas e entrada e saída no primeiro e último dia, serão definidas em função do primeiro e ultimo serviço. Em regra, sem carácter vinculativo os quartos podem ser utilizados a partir das 14h do dia de chegada e deverão ser deixados livres até as 12h do dia de saída.
Nos apartamentos a entrada verifica-se geralmente pelas 17h do dia de chegada e deverão ser deixados livres até as 10h do dia de saída.

CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA CRIANÇAS:
Dada a diversidade de condições aplicadas às crianças (destino e fornecedor) recomenda-se questionar sempre as condições especiais que porventura sejam aplicadas à viagem em causa.

DATAS & PREÇOS

A LANDVENTURE tem a seu cargo toda a logística da viagem, o serviço de hotelaria, o aluguer das viaturas 4×4, as formalidades de fronteira e relações com as autoridades, o acompanhamento do grupo durante toda a viagem.
As viaturas 4×4 usadas neste programa serão partilhadas por 4 passageiros e respetivas bagagens. As viaturas possuem equipamento especial que permite viajar em autonomia total. Tendas nos tejadilhos (2 para 2 pessoas cada), equipamento de campismo, (mesa, cadeiras, e todos os utensílios para cozinhar e comer, (pratos, talheres, tachos, grelhas, fogão, etc…), botijas de gás, luzes exteriores, depósito de água) e depósito suplementar de combustível com autonomia para +/- 1000km. A condução pode portanto ser partilhada por todos. Cada viatura possuí um seguro de responsabilidade máxima que incluí danos próprios. As despesas de combustível são divididas pelos ocupantes de cada viatura. É possível, mediante suplemento, que as viaturas possam ser partilhadas apenas por 2 ou 3 participantes, sempre que for solicitado.

Preços por Pessoa

ADULTO EM DUPLO

1.590€

SUPLEMENTO SINGLE

490€

Condições de participação
 Liquidação de 50% do valor total no acto da inscrição, os restantes 50% até 30 dias antes do início da viagem.

Inclui

Viatura 4×4 com seguro CDW
11 noites de alojamento com pequeno almoço
9 Jantares
Transferes
Acompanhamento Landventure
Seguro de viagem
Taxas e IVA

Não inclui

Voos
Entradas nos parques/aldeias/monumentos
Passeio de Piroga no manguezal
Combustível ( +/- 70€ por pessoa)
Refeições não indicadas no programa
Bebidas às refeições nos hóteis e extras de carácter pessoal
Vistos e taxas alfandegárias

Voos

Valores indicativos em económica:
Lisboa/Dakar/Lisboa, desde:

490€

Consulte-nos para obter as tarifas aéreas actualizadas para partidas desta ou de outra cidade ou país.
Para partidas de outro país poderá ter de prever mais uma noite de alojamento à ida e/ou regresso.
A LANDVENTURE tem a seu cargo toda a logística da viagem, o serviço de hotelaria, o aluguer das viaturas 4×4, as formalidades de fronteira e relações com as autoridades, o acompanhamento do grupo durante toda a viagem.
As viaturas 4×4 usadas neste programa serão partilhadas por 4 passageiros e respetivas bagagens. As viaturas possuem equipamento especial que permite viajar em autonomia total. Tendas nos tejadilhos (2 para 2 pessoas cada), equipamento de campismo, (mesa, cadeiras, e todos os utensílios para cozinhar e comer, (pratos, talheres, tachos, grelhas, fogão, etc…), botijas de gás, luzes exteriores, depósito de água) e depósito suplementar de combustível com autonomia para +/- 1000km. A condução pode portanto ser partilhada por todos. Cada viatura possuí um seguro de responsabilidade máxima que incluí danos próprios. As despesas de combustível são divididas pelos ocupantes de cada viatura. É possível, mediante suplemento, que as viaturas possam ser partilhadas apenas por 2 ou 3 participantes, sempre que for solicitado.

Preços por Pessoa

ADULTO EM DUPLO

1.590€

SUPLEMENTO SINGLE

490€

Condições de participação
 Liquidação de 50% do valor total no acto da inscrição, os restantes 50% até 30 dias antes do início da viagem.

Inclui

Viatura 4×4 com seguro CDW
11 noites de alojamento com pequeno almoço
9 Jantares
Transferes
Acompanhamento Landventure
Seguro de viagem
Taxas e IVA

Não inclui

Voos
Entradas nos parques/aldeias/monumentos
Passeio de Piroga no manguezal
Combustível ( +/- 70€ por pessoa)
Refeições não indicadas no programa
Bebidas às refeições nos hóteis e extras de carácter pessoal
Vistos e taxas alfandegárias

Voos

Valores indicativos em económica:
Lisboa/Dakar/Lisboa, desde:

490€

Consulte-nos para obter as tarifas aéreas actualizadas para partidas desta ou de outra cidade ou país.
Para partidas de outro país poderá ter de prever mais uma noite de alojamento à ida e/ou regresso.
A LANDVENTURE tem a seu cargo toda a logística da viagem, o serviço de hotelaria, o aluguer das viaturas 4×4, as formalidades de fronteira e relações com as autoridades, o acompanhamento do grupo durante toda a viagem.
As viaturas 4×4 usadas neste programa serão partilhadas por 4 passageiros e respetivas bagagens. As viaturas possuem equipamento especial que permite viajar em autonomia total. Tendas nos tejadilhos (2 para 2 pessoas cada), equipamento de campismo, (mesa, cadeiras, e todos os utensílios para cozinhar e comer, (pratos, talheres, tachos, grelhas, fogão, etc…), botijas de gás, luzes exteriores, depósito de água) e depósito suplementar de combustível com autonomia para +/- 1000km. A condução pode portanto ser partilhada por todos. Cada viatura possuí um seguro de responsabilidade máxima que incluí danos próprios. As despesas de combustível são divididas pelos ocupantes de cada viatura. É possível, mediante suplemento, que as viaturas possam ser partilhadas apenas por 2 ou 3 participantes, sempre que for solicitado.

Preços por Pessoa

ADULTO EM DUPLO

1.590€

SUPLEMENTO SINGLE

490€

Condições de participação
 Liquidação de 50% do valor total no acto da inscrição, os restantes 50% até 30 dias antes do início da viagem.

Inclui

Viatura 4×4 com seguro CDW
11 noites de alojamento com pequeno almoço
9 Jantares
Transferes
Acompanhamento Landventure
Seguro de viagem
Taxas e IVA

Não inclui

Voos
Entradas nos parques/aldeias/monumentos
Passeio de Piroga no manguezal
Combustível ( +/- 70€ por pessoa)
Refeições não indicadas no programa
Bebidas às refeições nos hóteis e extras de carácter pessoal
Vistos e taxas alfandegárias

Voos

Valores indicativos em económica:
Lisboa/Dakar/Lisboa, desde:

490€

Consulte-nos para obter as tarifas aéreas actualizadas para partidas desta ou de outra cidade ou país.
Para partidas de outro país poderá ter de prever mais uma noite de alojamento à ida e/ou regresso.
Loading...

Junte-se a nós nesta aventura!

Gostava de participar nesta expedição, tem uma questão ou deseja mais informações?

Não hesite entre já em contacto connosco!