Regressar ao início dos tempos!

Até há pouco tempo, isolada e fora das rotas turísticas habituais, esta ilha sensivelmente maior que Portugal, é o ultimo paraíso natural da Europa.
Possuidor de paisagens gigantescas de cortar a respiração e causar “vertigens” aos mais corajosos, ali encontramos os maiores glaciares da Europa, as maiores e mais possantes cataratas da Europa, deltas de areia preta, magníficos lagos, uma costa escarpada que é um verdadeiro paraíso para centenas de espécies de aves e vastos desertos de lava.
É a região geotérmica mais activa da Europa com lagos e nascentes de água quente, géisers e vulcões em actividade, sendo que a última grande erupção do Hekla (o maior vulcão da ilha) em 2000, está ainda bem viva na memória dos habitantes locais.
A Islândia não tem poluição industrial e grande parte da população vive de uma maneira ou de outra da pesca e toda a energia é geotérmica ou hidroeléctrica. A água vem dos glaciares puros, o peixe é pescado nos mares e rios ainda não poluídos. É uma viagem nesta ilha magnífica que vos propomos, percorrendo as suas paisagens por caminhos e picadas em 4×4, em contacto directo com a natureza e o seu povo descendente dos lendários vikings.
A aventura que lhe propomos é a nossa grande expedição à Islandia num formato em autonomia (OVERLAND) para descobrir de uma forma mais descontraída as paisagens incríveis desta ilha, algumas delas as mais isoladas de todas. As noites serão na maioria em acampamento com algumas guesthouses ou hostels pelo meio. 

Recepção dos participantes no aeroporto de Keflavik.  Transfere para o hostel em Reykjavik, a capital da Islândia a cerca de 45 km do aeroporto.
Alojamento: Hotel
Refeições: 0
Actividades: 0
Neste primeiro dia vamos aproveitar para relaxar da viagem e conhecer um pouco desta bela capital. Reykjavik não é grande, nem parece uma capital, é uma pequena cidade colorida e tranquila, sem confusões de trânsito e onde parece que todos se conhecem. Não nos deixemos enganar, não falta o que ver e que fazer nesta cidade moderna, onde a cultura respira como em poucas cidades europeias e a gastronomia atrai cada vez mais apreciadores de uma boa mesa.
A sua localização junto ao mar não podia ser mais perfeita para poder alternar um passeio pela cidade, descobrindo as suas maravilhas, como a Hallgrimskirkja Church, a Estátua de Leif Eiriksson, Solfarid Sun Voyager Sculpture, Harpa Concert Hall, Whales of Iceland Museums e fazer um passeio de barco para observar as baleias. Reykjavik é, a par dos Açores, um dos locais da Europa mais importantes para a observação de cetáceos.
Em horário a combinar iremos recolher as viaturas 4×4 que iremos usar durante toda a nossa expedição e fazer alguns abastecimentos para os primeiros dias. O almoço será livre durante o passeio e o jantar será decidido em grupo num restaurante ou confecionado no hostel .
Alojamento: Guesthouse
Refeições: Pequeno-almoço
Actividades Extra: Whale Watching
Depois de deixar a capital iniciamos a nossa descoberta pela Islândia que não poderia começar melhor. O famoso Círculo Dourado que reune as atrações naturais mais conhecidas da ilha. Com efeito, a sua localização perto da capital vale por si só uma escapadinha à Islândia. O Circulo Dourado inclui a reserva natural de Reykjarnesfólkvangur, Laugarvatn , o Grande Geysir e as cataratas Gullfoss, as mais visitadas da Islândia. Depois do Golden Circle seguimos para as Haifoss, a cascata com uma queda vertical de 122 metros, as segundas mais altas da ilha e depois por uma paisagem lunar onde está o famoso vulcão Hekla, o maior da ilha. Este primeiro dia será uma amostra daquilo que este pais incrível tem para nos oferecer e os dias seguintes irão revelar isso mesmo. Noite em acampamento.
Alojamento: Acampamento
Refeições: Pequeno-almoço
Actividades Extra: 0
A costa do sul é muito mais que o Golden Circle, a região é riquíssima em paisagens tiradas da ponta do pincel de um pintor surrealista. Na verdade a realidade supera qualquer imaginário e entre cascatas, escarpas, praias vulcânicas este será mais um dia em que a sua máquina fotográfica não terá descanso.
Entre Skogar e Vik poderemos visitar as pequenas mas fotogénicas Seljalandsfoss, o glaciar Eyjafjallajökull, a praia de areia vulcânica de Dyrholaey com a sua caverna Reymisfjara, o seu arco e as formações basálticas de Reynisdrangare e claro as imperdíveis e belas cataratas de Skogafoss. Noite em acampamento.
Alojamento: Acampamento
Refeições: 0
Actividades Extra:
Este é o dia dos glaciares. Contornaremos o Myrdalsjokull e faremos uma aproximação ao Vatnajokull, cuja área é superior a todos os glaciares da europa juntos e o maior do mundo fora das regiões polares, com 8500 km2! Uma visita ao Skaftfell, o segundo maior parque da Islândia dotado de paisagens de uma beleza extravagante, para poderemos observar as Svartifoss, conhecidas como The Black Waterfall, quedas de água famosas pelas formações basálticas hexagonais, fonte de inspiração da igreja Hallgrimskirkja.
Seguimos depois para Jokulsarlon, o mais famoso e maior lago glaciar da Islândia junto ao Vatnajokull onde faremos um passeio de barco por entre pequenos icebergs dançantes que ali flutuam. Os icebergs descem da lagoa em direção ao mar e vão chegando à praia de areia preta Solheimasandur, que fica entre a lagoa e o mar. O espectáculo é absolutamente fascinante com os pequenos icebergs cristalinos a contrastarem com as areias pretas da praia, fazendo jus ao nome que lhe deram, Diamond Beach. Voltamos um pouco atrás até Kirkjubaejarclaustur onde montaremos o nosso acampamento.
Alojamento: Acampamento
Refeições: 0
Actividades Extra: 0
Depois de deixarmos para trás o maior glaciar da Islândia seguimos em direção às highlands islandesas e às suas principais atrações, nas quais dedicaremos este dia: a Reserva Natural Thorsmork, uma das áreas de caminhadas mais populares do país e Landmannalaugar, com suas montanhas coloridas, piscinas naturais quentes e campos de lava fumegante. Entre essas duas jóias fica o Trail conhecido como Laugavegur Trail, o mais popular da Islândia, que foi escolhida pela National Geographic como um dos 10 melhores da Europa! A “noite” será em acampamento no coração de Landmannalaugar. A actividade geotérmica floresce aqui, e a possibilidade de desfrutar de um mergulho nas águas termais quentes é o momento alto do dia. As águas quentes das nascentes térmicas vulcânicas ao se misturarem com as águas frias do degelo permitem um banho absolutamente reconfortante, que é o que nos espera depois do jantar para observar o sol da meia noite.
Alojamento: Acampamento
Refeições:
Actividades Extra: 0
O primeiro destes 2 dias que vamos dedicar à região de Myvatn começa enfrentando Sprengisandur, o deserto frio do interior da Islândia, a região mais inóspita do país a que muitos chamam a derradeira fronteira da Europa. Daí poderemos ainda observar, ao longe, o glaciar Vatnajokull. À chegada a Myvatn aproveitaremos para explorar um pouco as margens do seu lago, centro de uma das regiões mais intrigantes da Islândia. Myvatn pertence ao recente denominado “Diamond Circle”, o Circulo Diamante, e é considerado uma das maravilhas naturais do mundo. A superfície do seu lago é de 37 km2 e a sua profundidade máxima é de 4,5 metros, mas ultrapassando raramente os 2 metros. A área à volta do lago Mývatn na qual vamos ocupar o segundo dia tem valores geológicos e biológicos únicos. A área faz parte da cordilheira sub-aquática do Oceano Atlântico, que se estende como uma activa zona vulcânica que atravessa Islândia de sudoeste a nordeste. Criada por uma tão intensa quanto poderosa actividade vulcânica há cerca de 2300 anos, a área continua, nos dias de hoje, a ser uma das regiões vulcânicas mais activas do planeta. A sua paisagem é dominada pelo lago, vulcões, crateras e pseudo-crateras, fumarolas, bocas sulfatadas de lama e lava que deixam no ar um vapor enxofrado, caves e cavernas com água quente proveniente do sub solo e curiosas construções naturais, autênticos castelos de basalto e magma petrificados. Ambas as 2 noites serão em acampamento e um dos jantares poderá ser num restaurante local.
Alojamento: Acampamento
Refeições: 0
Actividades Extra: 0
O Diamond Circle é a versão do norte do Golden Circle e inclui alguns dos pontos turísticos mais espectaculares do norte, como o parque nacional de Jokulsargljufur (Glacial River Canyon) o Grande Canyon Islandês. O parque possui o maior desfiladeiro do pais, Asbyrgi, em forma de ferradura com uma vegetação luxuriante, bizarras formações rochosas, grutas e as cataratas de Dettifoss, as mais poderosas e impressionantes de toda a Europa, debitando mais de 500 metros cúbicos de água por segundo. Husavik, na Baía de Skjalfandi também faz parte dos diamantes deste círculo do norte. Estabeleceu-se como a principal meca da observação de baleias da Europa, com o soberbo Museu da Baleia ao lado do porto. GeoSea é a ultima surpresa da vila, uma piscina termal que oferece uma vista infinita sobre o mar do norte. São estas as propostas para acabar em grande este dia em Husavik que até pode prolongar-se com
mais uma saída em mar para observar baleias ou simplesmente ficar na esplanada de um dos bares desta bela vila para desfrutar das vistas e do ambiente local. A noite será em Hostel, para alternar um pouco dos acampamentos das últimas noites.
Alojamento: Guesthouse ou Hostel
Refeições: 0
Actividades Extra: 0
Continuamos para a península de Melrakkasletta com o ponto mais a norte da Islândia a 3 kms do Circulo Polar Ártico. Akurery, a capital do norte, será a nossa próxima paragem. É um pequeno paraíso movimentado, a segunda cidade mais populosa da Islândia, conta apenas com 15.000 habitantes, no entanto é uma cidade com uma incrível mistura de cultura, charme e paisagens deslumbrantes. Continuamos a nossa dança serpenteante ao longo da Arctic Coast Way Route. Parece incrível, mas esta parte do país continua a surpreender e oferece uma enorme diversidade de paisagens para explorar, rica em história e vida selvagem, museus, fazendas antigas e fiordes. Não é à toa que esta região foi recentemente nomeada como um dos principais destinos europeus pela Lonely Planet! Nesta etapa cruzaremos penínsulas, com uma fauna riquíssima de várias espécies de aves aquáticas, que se protegem nas encostas escarpadas das baías salpicadas de pequenas localidades piscatórias como, Siglufjordur, Dalvik, Hofsós até Skagafjordur o destino final deste dia. Noite em acampamento.
Alojamento: Acampamento
Refeições: Pequeno-almoço
Actividades Extra: o
Antes de entrarmos nas remotas Westfjords que vamos explorar nos próximos 3 dias, um desvio para uma visita ao mágico Hvitserkur. Este é um daqueles lugares na Islândia que quase não dá para acreditar não ser feito pelo homem.
A partir daqui entramos numa região que difere do resto do país tanto histórica quanto geologicamente, com formações rochosas com 14 milhões de anos. Na verdade, os Westfjords são a parte mais antiga da Islândia! Nos fiordes ocidentais, a terra encontra o mar nos termos mais dramáticos e imagináveis, com montanhas escarpadas subindo do mar e fiordes profundos pontilhados de aldeias de pescadores aconchegando-se contra a esbelta costa.
Os Westfjords é a região com a população mais dispersa da Islândia, com muitas fazendas desertas e enormes planícies de terra sem nenhum habitante (humano). Os banhos ao ar livre em fontes termais apelam aos adeptos do “Dolce far niente”, a cultura como no resto do país está bem enraizada com museus como o da Historia Natural, da Feitiçaria ou dos Monstros Marinhos. Para completar o leque de visitas possíveis nestes 3 dias pelas westfjrods, não esquecemos Latrabjarg, o ponto mais ocidental da Europa que é simultaneamente uma das 3 maiores falésias da Europa, lar da maior comunidade de puffins (os papagaios do mar), raposas do artigo, águias e focas completam a lista desta fauna incrível desta região. As cataratas nas Westfjords adquirem outra dimensão, Dynjandi ou o “Véu da Noiva” como é conhecida é o melhor exemplo, e as praias como Raudasndur de areia dourada ou vermelha enquadradas contrastam com as restantes de areia preta do resto do país. As duas primeiras noites serão no coração das westfjrods e a última já na costa da península de Snæfellsnes em Stykkisholmur, todas em acampamento.
Alojamento: Acampamento
Refeições: 0
Actividades Extra: 0
Stykkisholmur é a principal cidade da península de Snaefellsnes e ponto de partida para os que seguem para as Westfjords de ferry. Ao lado da cidade, um monte sagrado (Helgafell) com 73 metros de altura, sob o qual se contam lendas dos tempos dos primeiros colonizadores e que se diz ter poderes sobrenaturais.
Continuamos para oeste da Islândia, para a península de Snæfellsnes, que abriga o segundo maior glaciar do país o Snaefellsjokull, bem como o monte mais fotografado do país o Kirkjufell, também conhecido como a montanha da ponta de flecha, da série Game of Thrones. Foi nesta parte ocidental da Islândia que aconteceram muitas das mais famosas sagas heróicas e aventuras vikings islandesas, e não só, Julio Verne escrevia na sua famosa obra “Viagem ao Centro da Terra”, que a porta para o caminho que levaria ao centro da terra encontra-se aqui, junto ao glaciar.
A costa está repleta de formações rochosas bizarras, onde os famosos puffins e as gaivotas fazem os seus ninhos e as falésias entre as pequenas aldeias de Hellnar e Arnarstapi são imperdíveis.
Seguimos depois para as últimas pistas até ao parque natural de Pingvellir, Patrimonio da Unesco e um dos locais históricos mais importantes da Islândia, onde se encontre a igreja mais antiga de toda a Islândia, com mais de 1000 anos e onde foi proclamada a independência. Pingvellir situa-se sobre a maior falha geológica do planeta, As placas norte-americana e euroasiática afastam-se, no sentido E/W cerca de 2 a 2,5 cm por ano. A chegada à capital será ao fim do dia a tempo de nos prepararmos para a despedida deste esplêndido destino com um jantar num restaurante local. Alojamento em Hotel.
Alojamento: Hotel
Refeições: 0
Actividades Extra: 0
Deixamos para a última manhã, antes da partida, para descobrir a península de Reykjanes onde encontramos uma das atrações mais famosas da Islândia, a Blue Lagoon! Depois de nos despedirmos da Capital e antes de nos dedicarmos ao relax no mais famoso SPA do país espera-nos ainda um trilho que nos vai levar a algumas atrações naturais desta região, como a área geotérmica de Krysuvik, o Lago Kleifarvatn e finalmente a Lagoa Azul (Blue Lagoon).
Não sendo um fenómeno natural, Blue Lagoon é produto da central de energia geótermica, tornando-se numa zona termal, onde as suas águas de 40o são bastante convidativas. A água que é bombeada do solo tem sílica natural, com propriedades curativas e regenerativas da pele, e também confere aquela cor celestial, que atrai praticamente todos os que visitam a ilha.
Para acabar em grande a nossa estadia imagine dar aquele passo dos Deuses, passar de um continente para outro com um simples passo. Provavelmente parece impossível caminhar da Europa para a América do Norte em poucos de segundos, mas a Islândia é um lugar único onde feitos aparentemente inimagináveis são completamente reais. A ponte entre os continentes ou Midlina é um passadiço de 15 metros (50 pés) na Península de Reykjanes que liga uma fenda aberta entre as placas tectónicas da Eurásia e da América do Norte. Depois deste passo de gigantes, seguimos para o aeroporto para a entrega das viaturas e embarque no voo de regresso.
Alojamento:
Refeições: Pequeno-almoço
Actividades Extra: 0
A Islândia não é um destino barato, pelo que facilmente se gasta muito dinheiro em atrações e atividades, mas principalmente em alimentação. Este programa tem mais noites em guesthouses de forma a diferenciar do programa Comfort&Gourmet.
O tempo é instável e apesar de a viagem se realizar no Verão, os imprevistos podem acontecer. É de ter em conta que, nesses casos, poderão existir alterações ao itinerário devido às condições atmosféricas. Para as pessoas com maior sensibilidade ao frio poderá também haver algum desconforto. Prepare roupa quente para levar, pois as temperaturas à noite são muito baixas, chegando a atingir os 0º, enquanto as temperaturas máximas chegam apenas aos 15º. Prepare-se também para chuva e ventos fortes que podem ocorrer.
É também importante respeitar todas as regras e sinalizações dos pontos turísticos, como as cascatas ou os geysers, de modo a prevenir acidentes.
A Islândia foi o nosso primeiro destino e é um local que transmite o espírito de aventura que pretendemos levar a todos os nossos viajantes.

DATAS & PREÇOS

A LANDVENTURE tem a seu cargo toda a logística da viagem, os voos, o serviço de hotelaria, o aluguer das viaturas 4×4, as formalidades de fronteira e relações com as autoridades, o acompanhamento do grupo durante toda a viagem.
As viaturas 4×4 usadas neste programa serão partilhadas por 4 passageiros e respectivas bagagens. A condução é partilhada por todos. Cada viatura possuí um seguro de responsabilidade máxima que incluí danos próprios (com franquia mínima). As despesas de combustível são divididas pelos ocupantes de cada viatura. É possível, mediante suplemento, que as viaturas possam ser partilhadas apenas por 2 ou 3 participantes, sempre que for solicitado.

Preços por Pessoa

ADULTO EM DUPLO

Viatura partilhada por 4 pessoas com tenda de chão

1.490€

Viatura partilhada por 2 pessoas com tenda de tejadilho

1.990€

SUPLEMENTO SINGLE

390€

Condições de participação
 Liquidação de 30% do valor total no acto da inscrição, os restantes 70% até 30 dias antes do início da viagem.

Inclui

Aluguer de 4×4 com tendas de tejadilho ou tenda de chão
4 noites de hotel c/pequeno almoço
10 noites em parques de campismo
Jantar de despedida c/menu degustação
Entrada no Blue Lagoon
Passeio de barco em Jokulsarlon
Acompanhamento Landventure
Seguro de viagem
Seguro da viatura CDW+
Taxas e IVA

Não inclui

Voos
Combustível ( +/- 120€ por pessoa em viatura partilhada por 4pax)
Refeições (excepto a indicada no programa)
Whale whatching em Reykjavik

Voos

Valores indicativos em económica:
Lisboa/Reykjavic/Lisboa, desde:  400€
 Consulte-nos para obter as tarifas aéreas actualizadas para partidas desta ou de outra cidade ou país.
Para partidas de outro país poderá ter de prever mais uma noite de alojamento à ida e/ou regresso.

Número de participantes

Mínimo 7 – Máximo 15

Ver condições gerais

7/10

5 noites de alojamento em hotéis simples mas confortáveis e 6 noites em Guesthouse, em que em algumas a casa de banho é partilhada.

2/10

O percurso é fácil sem grandes obstáculos.

2/10

Viagem focada essencialmente na paisagem.

Loading...

Junte-se a nós nesta aventura!

Gostava de participar nesta expedição, tem alguma questão ou deseja mais informações?

Não hesite entre já em contacto connosco!

Peça aqui o Programa detalhado.

Partilhe este programa!